Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

womanyzing

"What is done in love is done well " Vicent Van Gogh

womanyzing

"What is done in love is done well " Vicent Van Gogh

Sex | 31.01.14

Sobre o Meco!

womanyzing
Não gosto de praxes, não sou a favor nem contra, simplesmente é algo que a mim não me assiste! É feitio meu, não gosto que mandem em mim nem que se sintam superiores, por isso não admitia que fizessem comigo, o que fazem com muitos.
Uns encaram como diversão, outros como uma forma de entrarem no espírito académico, mas como em tudo o que se faz muitas vezes exagera-se, e pelos visto exagera-se muito por este país fora!
Nunca me manifestei sobre o assunto "Meco", por achar ser algo tão triste que nem existem palavras suficientes para me expressar sobre isso... No entanto, já se fala de mais, já gente viu, depois já não viram, eram 6 pessoas, agora afinal já eram 9 ou 10...
Dux, é a palavra que mais se tem ouvido nos últimos tempos, até isto acontecer, pouco se sabia sobre isso. Compreendo que as famílias necessitem de um culpado, de um "bode expiatório" para acalmar a dor que sentem de ter perdido os que mais amam. Mas não estaremos a bater demasiado no "ceguinho"?
Será o Dux esse monstro que tantos lhe chamam? É porque caso não tenham reparado este "miúdo" está a levar com as culpa porque não fala, mas e se falar, alguém vai acreditar? Vão sempre desconfiar de tudo o que ele diga!
No Meco estavam adultos, pessoas com vontades próprias, pessoas com uma vida inteira pela frente, mas eram também pessoas, que de tudo faziam para entrar naquele núcleo de seres tão especiais a quem se chama "comissão de praxes", e que resta saber que mais fizeram para chegar até ao fim-de-semana fatídico...
É triste pensar que morreram tantos jovens numa morte tão estúpida, mas temos de encarar os factos como eles são, eles estavam ali por vontade própria, não se pode atribuir ao Dux, uma culpa que não é só dele!
Pode sim encontrar-se forma de legislar e tentar, que acontecimentos como estes não voltem a repetir-se!!!