Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

womanyzing

"What is done in love is done well " Vicent Van Gogh

womanyzing

"What is done in love is done well " Vicent Van Gogh

Seg | 22.01.18

Polémicas #6

womanyzing

Parece-me a mim, muito mais importante do que discutir a "falsa" polémica da H&M (onde supostamente uma criança foi vitima de racismo), falar de coisas realmente importantes como os "desafios" lançados na Internet, muitos deles incitados por youtuber's que têm consigo verdadeiras legiões de fãs.

O mundo mudou, não se pode olhar para ele da mesma forma, e temos de aprender a lidar com tudo aquilo que temos ao nosso redor. A Internet é uma realidade, está presente nas nossas vidas e na das crianças também. Não se pode negar o mundo ás crianças, temos sim de ensina-las a viver nele.

Eu tenho 29 anos e quando andava na escola não se ouvia falar em "défice de atenção" ou em "hiperatividade". Os miúdos que tinham alguns problemas comportamentais eram nada mais nada menos, que miúdos rebeldes, que queriam chamar a atenção mostrando a sua "pior" faceta... Muitos deles são hoje, adultos responsáveis sem qualquer tipo de problema, e não tiveram de tomar comprimidos, nem ir a sessões com psicólogos (claro que existem muitas situações em que é necessário acompanhamento psicológico). Os pais tiveram de fazer o seu trabalho, e com algumas "palmadas" e outros quantos castigos ensinaram as regras da vida aos filhos.

Na minha altura, também não havia Internet (havia, mas era aquela pré-histórica), não fazíamos instastories com tudo aquilo que fazemos no nosso dia, nem os nossos pais sonhavam aquilo que andávamos a fazer, fosse bom ou fosse mau! 

Hoje tudo se sabe, e "o mais cego é aquele que não quer ver", que é o que me parece a mim que muitos pais fazem. Não sou mãe, não faço ideia como é difícil educar um filho, mas sou filha, e sei bem a educação que os mais pais me deram a mim e ao meu irmão.

Não somos perfeitos, de todo, mas somos honestos, sempre fomos. O respeito pelo outro e por nós próprios foi dos princípios que a nossa família nos incutiu da melhor forma. A responsabilidade pelos nossos atos tem de estar sempre presente em cada decisão que tomamos na nossa vida, e por isto, tenho a certeza que nem eu, nem o meu irmão, aceitaríamos um "desafio" como o de "comer bolas de detergente", para agradar seja a quem for.

Não consigo perceber, como é que os pais daqueles adolescentes inconscientes, não tomam uma atitude. Não se pode viver num mundo onde as pessoas cometem este tipo de barbaridades apenas e só, para chamar a atenções dos outros. Para mim a única explicação possível é a falta de amor.

Quem tem amor em casa não precisa de mendigar a atenção dos outros, não precisa da aprovação dos outros para ser verdadeiramente feliz. Não se podem gerar crianças para não lhes dar o mínimo, que é amor, carinho e educação!

Eu fiquei chocada, quando vi que um youtuber português com mais de 2 milhões de subscritores, tem um vídeo onde diz que, "quando a tua mãe te acorda para ires para a escola, manda-a para o c******". Isto não é uma piada, isto é falta de educação e falta de sensibilidade para entender a importância que o próprio tem na sociedade. Alguém que tem dois milhões de seguidores no youtube, influencia seriamente uma nova geração. Que geração é esta? 

geração youtube.jpg