Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

womanyzing

"What is done in love is done well " Vicent Van Gogh

womanyzing

"What is done in love is done well " Vicent Van Gogh

Ter | 25.06.19

O ensino no século XXI!

womanyzing

Muitas são as greves e a reivindicações feitas pelos professores ao longo dos últimos tempos.

Dizem-se injustiçados pelo congelamentos das carreiras e respetivos ordenados, e queixam-se de não existirem condições para exercerem em plenos as suas funções.

Se têm razão ou não, não me cabe a mim decidir, não estou "dentro da matéria", e como em todas as situações do género, devem existir professores que estão realmente a ser prejudicados, como devem existir outros que apenas se aproveitam da situação.

A vida é mesmo assim!

No entanto, depois de receber dois estagiários da área de turismo na empresa onde trabalho, não deixo de constatar com os meus próprios "olhos e ouvidos", que algo de muito errado se passa com a educação neste país.

Tenho dois estagiários, sendo um de 11º ano e outro de 12º na área de turismo, mas nenhum deles sabe falar ou entender Inglês.

Estamos a falar, de formar pessoas para receber turistas de todos os lados do mundo que não sabem falar a língua universal.

E o que mais me choca em tudo isto é que eles têm positiva na disciplina de inglês, sendo que não sabem os dias da semana...

E isto não se trata de uma questão de inteligência, trata-se de saber ou não ensinar e de querer ou não aprender.

Sendo o inglês essencial para podermos comunicar com quem nos chega de fora e estando num curso que é dirigido para este tipo de pessoas, na minha modesta e humilde opinião, ninguém deveria passar de ano sem tirar no mínimo 18 valores na disciplina de inglês.

Ninguém deveria ter positiva  numa disciplina de línguas sem saber os dias da semana... Qualquer dia temos professores de matemática a lecionarem sem saberem fazer uma conta de dividir!

Acho que o governo deveria preocupar-se muito mais com os programas escolares e com a forma como são seguidos pelos professores, do que em catalogar os professores como melhores ou piores tendo em conta  numero de positivas que têm num determinado ano.

Claro que todos os alunos querem passar com o mínimo esforço, e nenhum professor quer reprovar muitos alunos se isso afetar a sua carreira como docente, e depois acontece isto!

DSC_0481 (2).JPG