Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

womanyzing

"What is done in love is done well " Vicent Van Gogh

womanyzing

"What is done in love is done well " Vicent Van Gogh

Ter | 23.10.18

Descobrindo Portugal 3# - Bacalhôa

womanyzing

O enoturismo está completamente no top do turismo em Portugal. De repente gostar de vinho começou ser "fashion" e todo o mundo quer saber um pouco mais sobre o assunto.

Felizmente, o vinho foi-me apresentado há já alguns anos por um grande amigo meu. Numa época em que todos bebíamos sangria e afins, o P. trazia sempre uma garrafa de vinho diferente para eu experimentar.  

Lembro de lhe dizer que não gostava de vinho, e de ele me dizer "Andreia tens de treinar o palato". E assim foi, fui experimentando, fui aprendendo a gostar e a querer saber mais. Acho que se pudesse era enóloga, cada vez que faço uma visita a uma adega, pareço uma criança na "Disneyland". Gosto de saber a história por trás do vinho, a forma como é feito, o porquê do paladar, o que significa ser um vinho "encorpado", "cítrico", "as notas", as "castas"...

Fico deliciada com as histórias das famílias, de como começou a produção de determinado vinho, quanto tempo tem de estágio, se repousa em pipas de madeira, o porquê de assim ser. Gosto tanto que já visitei as mesmas adegas várias vezes, e cada vez que visito aprendo sempre mais.

Hoje vou falar-vos da Quinta da Bacalhôa em Azeitão. Pertence aos mesmos donos do Budah Eden (pertence ao Comendador José Berardo) e como já visitei os dois sítios, posso dizer-vos que, embora o Buddha Eden seja lindo, a visita à adega e ao palácio da Bacalhôa é quanto a mim, uma experiência muito mais enriquecedora!

A quinta tem visitas diárias, podem optar por visitar apenas a adega ou visitar também o palácio. Se puderem façam as duas! 

O palácio foi restaurado e tem nele muitas obras de arte da coleção Berardo. Aliás, arte é algo que está presente durante toda a visita e acho absolutamente genial a ideia de juntar estas duas "artes".

Na adega, além de ficarem a saber um pouco mais sobre a produção de vinho, podem ainda visitar duas exposições de arte, completamente deslumbrantes!

No final da visita (se fizerem as duas, demora cerca de 3 horas) têm ainda uma prova de vinhos.

Há melhor forma de passar uma tarde?

Deixo-vos algumas fotografias para que possam ter uma pequena ideia do que podem encontrar. Estamos no Outono, já passou a época da praia, mas temos dias de sol que podemos aproveitar para conhecer o que de melhor o nosso país tem para nos oferecer e ainda exercitamos um bocadinho a nossa massa cinzenta.

Lembrem-se que "o saber não ocupa lugar"!

PSX_20180920_000247.jpg

PSX_20181023_121837.jpg

 

20180918_165233.jpg

20180918_165623.jpg

 

IMG_20181013_192633_232.jpg

PSX_20180919_160649.jpg

 

20180918_153503.jpg

20180918_155618.jpg

20180918_161212.jpg

20180918_161927.jpg

PSX_20180919_161532.jpg